Transformação Digital: por que você deve fazer e como deve implementar?



De acordo com um estudo conduzido pela Cisco, até 2021 haverá 21,7 bilhões de dispositivos conectados em rede em todo o mundo. A pesquisa aponta ainda que 58% da população mundial utilizará a Internet. Trazendo para mais perto de nós, a previsão da Cisco é que na América Latina 66% da população utilizará a internet. Os dados só comprovam o que já vem sendo falado há um tempo: estamos na era da Transformação Digital.


Entendendo a Transformação Digital


Como o nome sugere, Transformação Digital tem a ver com utilizar a tecnologia para proporcionar boas experiências aos clientes e funcionários. Termos como Big Data, Inteligência Artificial e Internet das Coisas são frequentemente usados quando falamos de Transformação Digital.


É também por causa dessa transformação que hoje vivenciamos negócios disruptivos. O Airbnb afetou o mercado hoteleiro, o Uber mexeu com a maneira com que nos locomovemos e o Netflix tem incomodado muita rede de TV a cabo e a indústria de entretenimento tradicional. Três exemplos bem fáceis de entendermos, afinal, são empresas que cada vez mais têm feito parte das nossas vidas (se não das nossas, com certeza de pessoas que conhecemos).


Acontece que não precisamos pensar em algo tão revolucionário para agir na Transformação Digital. Precisamos, sim, nos ater aos novos modelos de negócio. Por exemplo, uma empresa tradicional de software já se deu conta de que precisa oferecer seus serviços na nuvem. Muitas empresas de diferentes indústrias já mudaram a maneira em que oferecem serviços, passando a oferecê-los on demand, isto é, sob demanda.


Por que entrar na onda da Transformação Digital?


A palavra “onda” foi proposital, porque já está mais do que comprovado que a Transformação Digital, apesar de ser uma “buzz word”, veio para ficar. Daniel Newman, sócio-fundador da Futurum Research + Analysis, disse que nós “não usamos soluções tecnológicas para resolver problemas de tecnologia. Usamos soluções de tecnologia para solucionar problemas de negócios”.


A frase faz todo o sentido porque, para mim, mostra que se não nos adaptarmos às mudanças de mercado, não iremos sobreviver como empresas. Pense na forma com que consumimos produtos. Como exemplo, utilizarei uma livraria. Você entra, olha um livro que interessa e para saber mais sobre o produto você pode pedir opinião do vendedor.

Você pode ir atrás de mais opiniões, afinal, cada vez mais queremos saber o que outras pessoas pensam. Com um app de QR Code e um aplicativo de livros, você aponta o celular para o código e é automaticamente encaminhado para uma página sobre o livro.


Lá, você consegue ler opiniões de quem leu e verificar se o produto interessa. Supondo que você decida por comprar o livro, você checa o preço, mas, não satisfeito, resolver dar um Google e ver o valor do mesmo produto em outras livrarias.


Esse é um resumo de como a maioria de nós fazemos compras. Aqui dei o exemplo prático de uma livraria, mas para grande parte dos casos, antes mesmo de entrarmos em contato com uma empresa já verificamos muitas informações sobre seus produtos, atendimento e sobre o que outras pessoas pensam dela.


A Transformação Digital é algo para agir agora, pois com um mercado altamente competitivo as empresas precisam pensar em automatizar processos, investir em tecnologia e inovação para oferecer melhores serviços sem que isso signifique aumento dos gastos.


Como implementar a Transformação Digital?


Destaco que a Transformação Digital é a combinação de tecnologia (digital) e pessoas (transformação). Isso significa que sem tecnologia não se tem transformação e o contrário também é verdadeiro. Além disso, para implementar a Transformação Digital de modo a impulsionar os negócios, a empresa precisa ter a mentalidade, as habilidades, a estratégia e a cultura corretas.


Tudo isso é muito bonito na teoria, mas, na prática, como uma empresa tradicional, com um modelo de negócio que vem dando certo há anos, consegue implementar essa mudança cultural? Realmente, o desafio é grande e aqui não tem jeito: a liderança precisa abraçar a Transformação Digital. Especialmente os C-levels devemincentivar e apoiar a mudança.


Como comentei, a Transformação Digital não acontece sem tecnologia, mas também é impossível de vivenciá-la sem pessoas. Elas são as peças-chave e precisam entender o porquê da mudança e quais as metas a serem atingidas. Sem líderes entusiastas não adianta nem tomar o próximo passo.


Sendo assim, o primeiro ponto é entender que a Transformação Digital é de cima para baixo, ou seja, é incentivada e adotada pela alta administração. Quando líderes abraçam a causa é muito mais fácil termos funcionários que promovam a nova cultura, que aceitem mudanças e que se sintam incentivados a inovar.


Outro ponto a destacar é que a Transformação Digital acaba de vez com aquelas tomadas de decisão por intuição ou baseada em achismos. Se a tecnologia é a aliada dessa transformação, a fim de implementá-la é imprescindível coletar, analisar e compartilhar dados corretos. O Airbnb, por exemplo, utiliza dados coletados em seu site para melhorar a experiência do usuário.


Isso nos leva a outro item fundamental para a adoção da Transformação Digital: o alinhamento da tecnologia. A empresa precisa analisar as tecnologias que complementem seus objetivos e sua cultura. Por exemplo, se o objetivo da organização é em ter aumento de 80% de satisfação do atendimento ao cliente, pode fazer mais sentido adotar ferramentas para automatizar o processo do SAC do que investir em melhorias no produto.


Veja que os três pontos (pessoas, dados e tecnologia) se conectam, uma vez que a tecnologia ajuda os colaboradores a obterem insights a partir de dados concretos. Com isso, as ações da empresa serão pautadas de maneira muito mais precisa a fim de que a organização cumpra com seus objetivos. Em outras palavras: juntos, esses três itens nos dão a oportunidade de vivenciarmos a Transformação Digital de modo que ela satisfaça tanto clientes quanto colaboradores.


Mas, não esqueça: tudo começa com a mentalidade certa


Se eu tivesse que dar apenas uma dica para uma empresa que quer implementar a Transformação Digital, seria: antes de pensar em tecnologia, pense nas pessoas. Não faz sentido investir em tecnologia para entrar na era dessa transformação se a cultura corporativa não incentivar a inovação e não envolver todos os colaboradores no processo.


Tenha em mente que as melhorias que uma empresa adota para a Transformação Digital são pautadas, antes de tudo, nos seus colaboradores. São eles que impulsionam a organização. Por isso, é primordial que líderes sejam os principais difusores e entusiastas da Transformação Digital.


Agora, abro o espaço a você: qual sua opinião sobre a Transformação Digital?


Fique à vontade para deixar seu comentário. Caso queira conversa mais a respeito, entre em contato. Veja participar de uma de nossas jornadas de aprendizado.


Será um prazer trocarmos uma ideia sobre esse tema tão envolvente.


Até o meu próximo artigo !


Angelo Rossi.


157 visualizações