Transformação Ágil: o que é e quais os desafios para implantação


O que é ser ágil? De uma maneira bem genérica, podemos definir ágil como a capacidade de pensarmos e tomarmos ações com facilidade e de forma rápida.


Nos últimos anos temos visto que ágil – ou Agile - é usado como sinônimo de Kanban, Scrum e outros frameworks.


Até aí, tudo bem. A questão toda é que para falar sobre Transformação Ágil precisamos dar alguns passos para trás. A consolidação da Metodologia Ágil se deu em 2011, nos Estados Unidos, pelo Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software, o qual valoriza:


· Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas;

· Software em funcionamento mais que documentação abrangente;

· Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos;

· Responder a mudanças mais que seguir um plano.


Se por trás das Metodologias Ágeis está a necessidade de agilizar processos, podemos entender o motivo pelo qual as organizações têm cada vez mais se preocupado com a perspectiva de uma Transformação Ágil.


Transformação Ágil não tem a ver com Adoção Ágil


Aqui peço licença para brincar com dois termos em inglês: Transformation e Adoption. É preciso que as empresas entendam que o primeiro passo para a Agile Transformation é a Agile Adoption, contudo, não é somente porque a organização possui (adotou) algumas práticas ágeis que ela pode ser classificada como uma que se encaixa no cenário de Transformação Ágil.


Isso porque a Transformação Ágil é uma mudança de mentalidade geral. Por exemplo, pegando o primeiro item do Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software observamos que “indivíduos e interação são mais importantes que processos e ferramentas”. Não é porque você resolveu adotar reuniões diárias de 15 minutos com sua equipe que pode dizer que passa por uma Transformação Ágil.


A lição mais importante aqui é que existe uma suposição errada de que por estarem

adotando metodologias ágeis a organização se tornou ágil. A maioria das empresas reconhece os benefícios do Agile, contudo, não sabe como criar - ou até mesmo incentivar - o "comportamento" do Agile. Consegue entender que há uma diferença aí?



Por que pensar em Transformação Ágil?



Aqui temos que ser práticos: em uma empresa nenhuma decisão é tomada sem que se saiba onde se quer chegar. É aquela velha história de Alice no país das maravilhas: se você não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve.


Transformação Ágil é muito mais do que, como vimos, simplesmente adotar uma cultura e metodologias ágeis. Isso é de extrema relevância, claro, mas se ao adotar práticas ágeis sua empresa não conseguir resultados, você vai concordar comigo que o investimento não terá valido a pena.


Por isso, gosto sempre de frisar que a Transformação Ágil é uma jornada que inicia com a definição de um objetivo. Pense em um GPS: só tem sentido em usá-lo se você precisa de direcionamento para chegar em algum lugar, certo? Pois bem, com Agile Transformation a mecânica é a mesma, pois somente depois de definir que resultados seu negócio quer alcançar é que você poderá definir a abordagem a ser seguida para uma Transformação Ágil em toda a organização.


Um dos motivos para vislumbrar a Transformação Ágil está no fato da constate pressão que empresas têm sofrido no panorama atual de negócios. É inegável – e isso você sabe tão bem quanto eu – que existe uma pressão cada vez maior para que produtos e serviços sejam sempre melhorados a fim de atender às necessidades de consumidores mais e mais exigentes, e que passam por constantes transformações.


Uma mentalidade ágil que passe pela Agile Transformation é o meio mais eficaz que temos hoje de enfrentar os desafios dos consumidores, além de desafios particulares a cada setor, permitindo que a empresa seja muito mais ágil e entregue produtos e serviços em uma velocidade maior.


Outros dois motivos para a Transformação Ágil incluem:


· Inovação:conforme a organização vai se expandindo é comum ela deixar um pouco de lado - ou diminuir - a capacidade de inovar. A Transformação Ágil ajuda nesse ponto, pois ela preocupa-se em responder às mudanças praticamente em tempo real, o que inevitavelmente exigirá que os olhos da empresa estejam voltados para a inovação.

· Aumento de ROI: métodos Ágeis trabalham com ciclos de entregas muito mais curtos.


Estar envolvido com a Transformação Ágil faz com que a equipe acelere o tempo de lançamento de um produto no mercado e, por consequência, antecipe a receita.

Ok, mas se a Transformação Ágil traz tantos resultados para as organizações, por que sua implantação ainda é um desafio?


Desafios para uma Transformação Ágil



Talvez o maior desafio da Transformação Ágil nas empresas brasileiras tenha a ver com a cultura organizacional. Especialmente em organizações bem consolidadas a cultura está muito enraizada em processos, metodologias, líderes e até nos próprios colaboradores.

Claro que a questão da cultura é algo que impacta empresas mais novas também, especialmente porque de modo geral nós somos avessos às mudanças. Uma cultura de transformação ágil vai requerer mudança de mindset de todos, especialmente de líderes. E eles podem ser os mais resistentes.


Destaco que sem a participação dos altos executivos é impossível uma organização vivenciar a Transformação Ágil. Uma das questões primordiais que a liderança tem que entender está relacionada ao planejamento.


Se a empresa tem a cultura de se basear em planejamentos de longo prazo apenas, ela com toda certeza enfrentará desafios para entrar no mundo Agile. Lembre-se que ao falar de Transformação Ágil estamos falando de “Responder a mudanças mais que seguir um plano”, conforme indicado no Manifesto citado no início deste artigo. Isso significa que planejamentos de longo prazo não serão eficazes para as respostas rápidas que o mercado em rápida transformação exige.


Outro desafio está em entender que cada setor deve adotar métodos ágeis em todas as suas atividades até que isso vire uma prática. Sabe aquela frase que diz “o hábito faz o monge”? Pois bem, somente incorporando o Agile na sua rotina é que a empresa conseguirá passar com êxito pela Transformação Ágil.


Claro que nada acontece sem motivação. Por isso, para que todos da empresa estejam 100% envolvidos é necessário que cada um seja motivado. Como fazer isso? Sendo claro e transparente na hora de mostrar tanto os desafios do processo, quanto todos os resultados que serão conquistados quando a cultura da Transformação Ágil estiver enraizada (por isso que é tão importante definir onde sua empresa quer chegar com a Agile Transformation).



Por fim, um grande desafio é a falta de alguém na organização que lidere o processo. Para resolver isso é extremamente recomendável que a empresa conte com um Agile Coach que já tenha implantando a Transformação Ágil com sucesso e que saiba, na prática, os desafios que precisam ser superados (inclusive para mudança de mindset).


Caso sua empresa precise de ajuda, estou à disposição para conversar com você!


Até o próximo artigo.


André Cipolini

479 visualizações